Sinais e Sintomas do Cancro do Pulmão

O cancro do pulmão continua a ser um dos tipos de cancro mais frequentes e a principal causa de morte por cancro a nível mundial.

De uma forma geral o cancro do pulmão cresce de forma silenciosa, manifestando-se em fases avançadas, muitas das vezes já com doença metastizada (disseminada para outros órgãos do corpo), o que limita o prognóstico e tratamento.

Em alguns casos, o cancro do pulmão pode manifestar-se mais precocemente, mas de forma dissimulada, com queixas inespecíficas que são difíceis de reconhecer e valorizar: falta de energia, perda de apetite ou perda involuntária de peso. Em outros casos podem surgir queixas respiratórias como tosse, expectoração, perda de sangue com a expectoração, dor no peito, infecções respiratórias recorrentes, rouquidão, cansaço e falta de ar. Como o cancro do pulmão é mais frequente em indivíduos fumadores, muitas vezes estes sintomas são interpretados como estando relacionados com a utilização do tabaco ou outras doenças que lhe estão relacionadas, como a doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC). Nos casos de indivíduos não fumadores, muitas vezes os sintomas também são difíceis de valorizar uma vez que o cancro do pulmão ainda é muito associado ao tabaco, apesar de poder ocorrer também em não-fumadores, o que pode atrasar a procura de ajuda médica.

É importante que ESTEJA ATENDO AO SEU CORPO e PROCURE AJUDA MÉDICA em caso de queixas persistentes (mais de 3 semanas) ou em caso de alteração persistente de sintomas habituais:

  • Falta de energia
  • Perda de apetite e/ou perda de peso
  • Tosse persistente ou agravamento do seu padrão habitual de tosse
  • Expectoração persistente ou agravamento do seu padrão habitual de expectoração
  • Perda de sangue com a expectoração
  • Dor ou desconforto no peito
  • Rouquidão
  • Cansaço e falta de ar ou agravamento do padrão habitual de cansaço e falta de ar