Fumar Causa Mais de 20 Doenças

Um estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS) revelou que, só em 2016, morreram cerca de 12 mil pessoas por diversas doenças associadas ao consumo de tabaco.

Em Portugal, um em cada cinco portugueses com mais de 15 anos é fumador. Apesar do número ser preocupante, é inferior à média europeia, segundo a OMS. Portugal apresenta, assim, uma taxa de fumadores de 20%, face aos 28% da média europeia.

Não obstante a tendência de redução de problemas respiratórios em Portugal, os especialistas afirmam que “há muito a fazer” em prol da diminuição de consumo de tabaco.

Segundo Eduarda Pestana, médica e responsável pela consulta de cessação tabágica no Hospital Lusíadas, “não existem dúvidas de que o tabaco está implicado no desenvolvimento de doenças respiratórias como a bronquite crónica, doença pulmonar obstrutiva crónica ou até doenças cardiovasculares, como enfartes e tromboses”.

“O risco de desenvolver cancro do pulmão é diretamente proporcional ao consumo diário de cigarros e ao número de anos de tabagismo”, acrescenta.

Fumar pode causar mais de 20 doenças diferentes, devido à grande quantidade de substâncias químicas presentes na sua composição, causando inflamações e alterações na genética das células, sendo que também fumadores passivos são afetados.

“Na criança, a exposição ao fumo do tabaco é de particular preocupação, não só pelas doenças respiratórias que podem ocorrer, mas também pelo risco de morte súbita”, explica Susana Moreira, coordenadora da Unidade de Pneumologia do Hospital Lusíadas.

A impotência sexual, doenças reumáticas, úlceras gástricas e alterações visuais e de memória são outros dos problemas resultantes do uso do tabaco.