Descobri que tenho Cancro do Pulmão. E agora?

descoberta_cancro_pulmão

Quando se é diagnosticado com cancro de pulmão, passa-se por vários tipos de emoções ao receber a notícia – raiva, medo, confusão, solidão, tristeza e muitas mais…. Além disso, existem vários pensamentos associados: “o que vai acontecer à minha família?”, “consigo pagar o tratamento?”, “vou sobreviver?”.

Além de todo o tumulto interior que está a sentir no momento, existem muitas decisões importantes a tomar relativas ao seu tratamento médico.

Neste sentido, quais são as linhas de pensamento em que se deve focar numa primeira fase?

Tire um momento para respirar. É compreensível que se sinta sobrecarregado com emoções acerca do diagnóstico e do que este representa, além das decisões que terá de tomar que irão impactar o seu presente e futuro, assim como preparar-se para o tratamento e a luta inerente. Quando sentir que é demasiado, pare por um ou dois minutos e respire.

Expresse as suas emoções. Ninguém espera que seja sempre o mais forte. Apoie-se nas pessoas na sua vida com quem se sinta bem a partilhar os seus sentimentos e espaireça. Não há problema em se sentir zangado ou em ter medo, mas não guarde para si.

Avalie o seu sistema de suporte. É necessário que pense no papel dos seus familiares e amigos no tratamento que irá enfrentar – quem será a sua pedra, quem o irá acompanhar nas consultas e tratamentos, quem o irá apoiar no dia-a-dia.

Escolha bem a sua equipa médica. Selecionar o médico e centro de tratamento adequados são um passo inicial bastante importante, onde terá de ter atenção não só aos serviços, como a localização e os gastos associados. Não tenha medo de pedir uma segunda opinião, além de manter uma cópia dos seus relatórios médicos consigo.

Procure grupos de apoio aos doentes. Terá sempre o apoio dos seus familiares e amigos, contudo, conversar com quem já passou ou está a passar pela mesma situação, pode ser uma fonte não só de apoio, como de informação.

Ame-se! Um dos conselhos dados por muitos doentes diagnosticados com cancro de pulmão passa por não perder a esperança e tirar tempo para si próprio. Faça de si uma prioridade e lute por si e pelos seus. Você merece viver!

 

Já sabe, com a Pulmonale a esperança não para de crescer. Nesse sentido, no nosso website temos imensos artigos, dicas e conselhos para os doentes com cancro do pulmão e os seus familiares. Além disso, fica sempre a par dos últimos eventos aos quais nos associamos que podem ser do seu interesse e pode você próprio se tornar sócio da nossa Associação.